Notícias
gestante deitada fazendo drenagem linfática | Drenagem Linfática na Gestação

Drenagem Linfática na Gestação

A drenagem linfática pode ser muito saudável no período da gestação, trazendo diversos benefícios. Porém, é preciso ficar atenta às contraindicações e algumas medidas de segurança que são adotadas pela Dra. Beatriz Medina.

A drenagem linfática pode ser feita no período de gestação, mas somente depois dos primeiros 3 meses. O procedimento deve ser realizado por um profissional qualificado e com experiência, como a Dra. Beatriz Medina, médica especialista em cirurgia plástica, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A técnica de drenagem linfática na gestação é feita como uma massagem muito leve, mas com efeitos poderosos, muito indicada para aumentar a disposição física, para eliminar o inchaço e combater a retenção de líquidos.

Benefícios da drenagem linfática na gestação

Na gestação, a drenagem linfática promove uma série de benefícios interessantes, entre os quais estão os seguintes:

  • ativação da circulação venosa e linfática;
  • redução do inchaço, inclusive nos pés e nas pernas, aumentando bastante a sensação de bem-estar e melhorando a qualidade de vida;
  • alívio de tensões e um delicioso relaxamento essencial para se manter em equilíbrio;
  • diminuição das sensações de dor, principalmente em pontos sobrecarregados por causa da gestação, deixando o dia a dia muito mais agradável;
  • redução do risco de varizes;
  • reforço de células e tecidos através da melhor nutrição obtida pelo estímulo profissional.

A drenagem linfática coloca os líquidos retidos nos gânglios linfáticos no lugar certo. Depois, o corpo elimina as substâncias, principalmente pela urina. Na gestação, o corpo pode absorver mais sódio e reter bastante líquido por causa da produção hormonal. O resultado disso é um inchaço desagradável e, por vezes, um pouco dolorido, principalmente na área dos pés e dos tornozelos, interferindo diretamente na qualidade de vida da gestante.

Combata as celulites com a drenagem linfática

Quem está preocupada com as celulites também pode fazer a drenagem linfática na gestação. Os movimentos circulares são ideais para reduzir ou eliminar as células inflamadas de gordura responsáveis pela celulite. Vale lembrar que a drenagem linfática não auxilia na redução das estrias, já que elas ocorrem pelo estiramento da pele e não possuem ligação com o sistema linfático.

Foi escrito anteriormente, mas é preciso reforçar: o inchaço, inclusive pós-parto, diminui bastante nas pacientes que optam pela drenagem linfática. O relaxamento também é um dos grandes ganhos obtidos com a drenagem na gestação. Além de garantir uma série de benefícios físicos, o equilíbrio emocional é um grande aliado para que a paciente se mantenha disposta, serena, confiante e de bem com a vida.

Contudo, a drenagem linfática só deve ser feita com a autorização do obstetra. Por isso, o médico que estiver acompanhando a gestação deve ser informado antes da realização do procedimento.

Quais são as contraindicações da drenagem linfática na gestação?

A drenagem linfática na gestação tem uma série de contraindicações e medidas que visam à segurança da paciente neste momento especial. A Dra. Beatriz Medina é extremamente rigorosa com as condições de saúde de cada gestante e se preocupa com todos os detalhes para a realização da drenagem.

Nas situações abaixo, a drenagem linfática não é recomendada:

  • mulheres com trombose venosa profunda;
  • mulheres que estão passando por uma gestação delicada, classificada como gravidez de risco;
  • pacientes que têm hipertensão e estão com a pressão arterial descontrolada;
  • todas as pacientes que já tiveram doenças no sistema linfático.

Porém, como foi sinalizado acima, todos os casos devem ser avaliados por um médico, essencialmente o obstetra que está fazendo o acompanhamento da gestante.

Embora, em princípio, esta não seja uma contraindicação, gestantes que estão no 2º semestre de gravidez e estão com a barriga muito grande podem se sentir desconfortáveis com a técnica, principalmente no caso da drenagem na área das pernas.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Whatsapp