Notícias
Mulher de pernas expostas mostrando estrias| O que é a carboxiterapia?

O que é a carboxiterapia?

A carboxiterapia é um tratamento estético que consiste em aplicações de injeções de gás carbônico no tecido subcutâneo, ou seja, logo abaixo da pele. O procedimento é realizado com o auxílio de uma fina agulha e um cilindro de gás carbônico (CO2). A profundidade de aplicação da agulha varia de acordo com a parte do corpo e o objetivo do paciente.

Os benefícios ocorrem graças à melhora da oxigenação das estruturas celulares, pois o CO2 estimula a circulação sanguínea no local onde é aplicado.

Para que serve a carboxiterapia?

A carboxiterapia serve para estimular a circulação sanguínea e aumentar o metabolismo das células de gordura. Além disso, auxilia também na produção de colágeno e melhora a eliminação de toxinas e líquidos retidos nos tecidos.

A carboxiterapia é indicada nos casos abaixo:

  • Celulite:  nesse caso o, tratamento realiza a queima da gordura que ocasiona a indesejável celulite mediante ao aumento da circulação no local.
  • Estrias: após as aplicações de injeções de gás carbônico nos tecidos, ocorre o alongamento dos tecidos do local, preenchendo a região com gás, estimulando a produção de colágeno.
  • Gordura localizada e flacidez:  a carboxiterapia melhora a circulação sanguínea no local da injeção, realizando a queima de gorduras.

A técnica também pode ser utilizada como complemento da lipoaspiração e de tratamento facial, inclusive na região dos olhos, tratando a pele flácida e melhorando as olheiras.

Cuidados antes do tratamento

É importante que a pele esteja completamente limpa e livre de qualquer tipo de óleo ou creme hidratante. Em alguns casos, o paciente escolhe fazer o uso de pomada anestésica, que pode ser indicada pelo próprio dermatologista. A pomada deve ser aplicada pelo menos 30 minutos antes do procedimento de carboxiterapia.

Cuidados após realizar o procedimento de carbox?

Após fazer a carboxiterapia, o paciente pode realizar suas atividades do dia-a-dia normalmente. A prática de atividades físicas é até recomendada, assim como a drenagem linfática e a corrente russa, pois são capazes de potencializar o procedimento feito com o gás. O único cuidado a ser tomado é em casos de surgimento de manchas roxas. A exposição solar deve ser evitada.

Quantas sessões de carboxiterapia são necessárias?

A quantidade de sessões varia muito, a depender do caso e do objetivo de cada paciente. Entretanto, as clínicas estéticas disponibilizam pacotes de 10 sessões, que devem ser realizadas de 15 em 15 dias.

Riscos da carboxterapia

Os riscos são quase inexistentes, no entanto, podem surgir alguns efeitos colaterais, como:

  • Dor e inchaço no local das aplicações
  • Sensação de dormência ou de ardência na pele
  • Pequenos hematomas na região das aplicações das injeções

Existem diversas formas de se conseguir o corpo desejado, e os procedimentos estéticos e as cirurgias plásticas, combinados a bons hábitos, como manter uma boa alimentação e praticar exercícios diários são ótimas opções para quem procura melhorar a autoestima. A Dra. Beatriz Medina realiza
cirurgia plástica no Rio de Janeiro
e, em conjunto com fisioterapeutas e enfermeiras, também oferece procedimentos estéticos em seus consultórios na Barra da Tijuca e em Niterói. Agende uma consulta.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Whatsapp