Notícias
homem sem camisa com a mão sobre o peito | O que é a ginecomastia?

O que é a ginecomastia?

A ginecomastia é o aumento de uma ou de ambas as mamas nos homens, podendo crescerem de forma desigual. Ocorre geralmente nos períodos de alteração hormonal, como na adolescência. É chamada de lipomastia ou pseudoginecomastia quando sua causa se deve exclusivamente ao acúmulo de gordura.

Como ocorre a ginecomastia?

Ocorre geralmente na puberdade, atingindo jovens no início da adolescência devido ao desequilíbrio hormonal. Em alguns casos, pode haver a redução das mamas espontaneamente e voltar ao seu tamanho normal. A ginecomastia também pode ser decorrente do uso de anabolizantes e esteroides.

A Ginecomastia pode ser dos seguintes tipos:

  • Ginecomastia glandular: ocorre quando o crescimento da mama afeta somente a região da glândula mamária.
  • Ginecomastia por gordura: quando o crescimento da mama é causado pelo excesso de gordura, sem que ocorra uma hipertrofia associada.
  • Ginecomastia mista: nesse tipo, o aumento é mais perceptível e afeta não somente a glândula mamária, mas também toda a região da mama.

A ginecomastia pode ocorrer devido a outros fatores, como:

  • Doenças sistêmicas: cirrose hepática, insuficiência renal, inanição.
  • Uso de drogas: remédios usados em quimioterapia, drogas psicoativas, álcool, heroína, anabolizantes.

Quais são os sintomas?

Um dos maiores desconfortos gerado pela doença é na autoestima, devido ao aspecto feminino que o aumento das mamas pode dar. Entre os sintomas e sinais, o paciente poderá sentir:

  • Acúmulo de gordura na região.
  • Dores e sensibilidades nas mamas.
  • Coceiras.
  • Crescimento fora do normal das mamas.

Graus da ginecomastia

A ginecomastia apresenta três graus de gravidade.

Grau 1

O grau 1, é identificado pelo aumento discreto das mamas masculinas. A massa da glândula mamária não ultrapassa o valor de 250g. Mesmo o aumento sendo pequeno, é possível notar que a mama fica com um aspecto sobressaltado. O que gera constrangimento. Quando não ocorre a regressão espontânea do quadro, é recomendado o tratamento medicamentoso.

Grau 2

No grau 2, ocorre o aumento do tecido de gordura na região do tórax. Nesse estágio, o acúmulo de gordura não fica restrito apenas às mamas, comprometendo boa parte da região torácica.

Grau 3

O grau 3 é o mais grave. Consiste na ginecomastia difusa com excesso de pele. Ocorre um aumento grande na massa das mamas, superior a 500g. Esse peso causa ptose mamária, um termo utilizado pelos médicos para designar mamas caídas. Nesse grau, o impacto psicológico tende a ser mais intenso. A cirurgia para remoção da glândula mamária é uma opção recomendável.

Quais os tratamentos disponíveis para a Ginecomastia?

Existem tratamentos medicamentosos que solucionam o problema da ginecomastia, porém caso o paciente necessite de resultados mais rápidos, uma boa opção é a cirurgia plástica de correção da mama.

É um procedimento simples, e seguindo as recomendações médicas e respeitando o repouso após o procedimento, o paciente terá uma ótima recuperação e certamente sua autoestima de volta.

A Dra. Beatriz Medina realiza cirurgia plástica no Rio de Janeiro e pode te auxiliar tirando suas dúvidas sobre a cirurgia de correção da mama, além de oferecer diversos procedimentos em seus consultórios na Barra da Tijuca e em Niterói. Marque já sua consulta.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Whatsapp